Amazon
Hospital Amigo da Criança

Hospital Amigo da Criança (IHAC), o que é?

Escolher a maternidade onde o bebê vai nascer é muito difícil, não é mesmo? Tantas opções, com várias vantagens e desvantagens… Como então saber qual a melhor maternidade? Neste texto vamos conversar um pouco sobre a iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC), que é uma inciativa da OMS (Organização Mundial da Saúde). Quais são as exigências para se tornar um Hospital Amigo da Criança? Como saber se um hospital faz parte da iniciativa? Leia o artigo e descubra!

O que é a Iniciativa Hospital Amigo da Criança?

A Iniciativa Hospital Amigo da Criança, foi criado em 1991 e é uma inciativa da UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) junto com a OMS (Organização Mundial da Saúde) que tem como objetivo promover o aleitamento materno. É esta iniciativa que pode ou não categorizar um hospital como um Hospital Amigo da Criança.

Como um hospital pode ser um Hospital Amigo da Criança?

Bem, o selo de qualidade Hospital Amigo da Criança é entregue pelo Ministério da Saúde para hospitais que cumprem com os 10 passos para o sucesso do aleitamento materno e alguns outros fatores. Estes hospitais possuem uma placa certificando que costuma ficar na entrada.

Confira o que diz o site do Ministério da Saúde deles:

“Para ser amigo da criança, o hospital deve também respeitar outros critérios, como o cuidado respeitoso e humanizado à mulher durante o pré-parto, parto e o pós-parto, garantir livre acesso à mãe e ao pai e permanência deles junto ao recém-nascido internado, durante 24 horas, e cumprir a Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes e Crianças na Primeira Infância (NBCAL).”

Os 10 passos para o sucesso do aleitamento materno

Estes são os passo segundo o site do Ministério da Saúde:

Passo 1 – Ter uma política de aleitamento materno escrita que seja rotineiramente transmitida a toda equipe de cuidados de saúde;

Passo 2 – Capacitar toda a equipe de cuidados de saúde nas práticas necessárias para implementar esta política;

Passo 3 – Informar todas as gestantes sobre os benefícios e o manejo do aleitamento materno;

Passo 4 – Ajudar as mães a iniciar o aleitamento materno na primeira meia hora após o nascimento; conforme nova interpretação: colocar os bebês em contato pele a pele com suas mães, imediatamente após o parto, por pelo menos uma hora e orientar a mãe a identificar se o bebê mostra sinais de que está querendo ser amamentado, oferecendo ajuda se necessário;

Passo 5 – Mostrar às mães como amamentar e como manter a lactação mesmo se vierem a ser separadas dos filhos;

Passo 6 – Não oferecer a recém-nascidos bebida ou alimento que não seja o leite materno, a não ser que haja indicação médica e/ou de nutricionista;

Passo 7 – Praticar o alojamento conjunto – permitir que mães e recém-nascidos permaneçam juntos – 24 horas por dia;

Passo 8 – Incentivar o aleitamento materno sob livre demanda;

Passo 9 – Não oferecer bicos artificiais ou chupetas a recém-nascidos e lactentes;

Passo 10 – Promover a formação de grupos de apoio à amamentação e encaminhar as mães a esses grupos na alta da maternidade; conforme nova interpretação: encaminhar as mães a grupos ou outros serviços de apoio à amamentação, após a alta, e estimular a formação e a colaboração com esses grupos ou serviços.

Por que ter um parto num hospital é Amigo da Criança?

Segundo o site do Ministério da Saúde 1 em cada 4 partos no país são realizados em Hospitais Amigos da Criança. Mas por que ter o bebê em um Hospital Amigo da Criança? O que ele tem de diferente? Hospitais com este selo de qualidade oferecem serviços humanizados e tanto o bebê, quanto a mãe, têm menos chance de sofrerem como procedimentos invasivos e maior chance do bebê ser amamentado na primeira hora de vida. Outras vantagens são:

  • Receber líquidos e alimentos leves durante o trabalho de parto.
  • Se você desejar, pode adotar posições de sua escolha durante o parto, a menos que haja alguma contraindicação médica, a qual será explicada prontamente.
  • Um ambiente tranquilo e acolhedor, com privacidade e iluminação não agressiva.
  • Possui métodos não medicamentosos para aliviar a dor. Como, banheira ou chuveiro, massageadores, massagens, bola de pilates, compressas quentes e frias e etc.
  • Redução de procedimentos invasivos, tais como rupturas de membranas, episiotomias, aceleração ou indução do parto, partos instrumentais ou cesarianas. Em casos de complicações, no entanto, a gestante será informada dos procedimentos que serão realizados.
  • Alguns dos Hospitais Amigo da Criança também aceitam a presença de doulas.

Ficou interessada? Veja aqui a lista dos hospitais que foram certificados no Brasil até agora!

O que a SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria) diz sobre a iniciativa?

A Iniciativa Hospital Amigo da Criança é um projeto tão importante que a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) fez questão de participar da consultoria pública em 2017. Esta consulta pública teve como objetivo apresentar e recolher opiniões sobre as mudanças propostas pela OMS. A SBP, na época, afirmou que as mudanças enfraqueceriam a inciativa mas que existiam pontos positivos. Um dos pontos que eles não concordaram foi a retirada do passo 9 (sobre bicos artificiais), pois apesar de não terem muitas pesquisas sobre o assunto, este tipo de bico tem se mostrado prejudicial em vários aspectos. Já um aspecto positivo foi a recomendação de ter em 90% dos nascimentos o contato pele a pele entre mãe e filho imediatamente após o parto. Além de, na mesma porcentagem, ter bebês que apenas mamem nas maternidades, ou seja, não recebam outros tipos de alimentos além do leite materno.

Em resumo, escolher um Hospital Amigo da Criança para realizar o seu parto parece ser realmente uma ótima opção. Já que o atendimento prioriza a humanização, o que faz com que a gestante seja protagonista durante o parto. E com certeza, ter um hospital comprometido com a amamentação é algo tranquilizador, pois será mais fácil receber informações e orientações a cerca da amamentação e alimentação da criança.

Gostou do texto? Mande para a sua amiga que está louca procurando uma maternidade para o parto! E você? Já conhecia a Iniciativa Hospital Amigo da Criança? Qual a sua opinião sobre esta inciativa? Conte para nós como foi a sua experiência aqui nos comentários!

 

 

Loja Lá Vem Bebê

Logo Lá Vem Bebê